Miranda Brasil
Image default
saúde

Qual a melhor forma de cuidar hiperadrenocorticismo?

Muitos tutores têm a dúvida se cachorro pode comer banana, uma pergunta importante que revela detalhes interessantes sobre a dieta dos cães e, até mesmo, para o auxílio do tratamento de certas doenças como hiperadrenocorticismo.

Entre essas doenças, se destaca a síndrome de cushing, conhecido também como o hiperadreno.

Para cuidar do hiperadreno, aumento além da conta na produção das glândulas adrenais e do hormônio cortisol, é fundamental haver o acompanhamento de um médico veterinário, administração de manipulados e um protocolo de tratamento. E, entre alguns desses cuidados, pode ser interessante oferecer snacks com alto teor de potássio para os peludos. 

O que é o hiperadreno em cães?

Cães e bichanos podem apresentar o hiperadrenocorticismo, uma condição caracterizada pelo aumento do cortisol. Esta mesma condição pode receber o nome de síndrome de cushing, causada pelo funcionamento das glândulas hipófises ou adrenais. Há muita preocupação com a síndrome, uma vez que é de difícil diagnóstico e identificação. 

Os tutores devem estar muito atentos quanto à doença, e é fundamental realizar visitas constantes ao médico veterinário, além de observar atentamente seu peludo. Naturalmente, o hormônio do cortisol faz parte do organismo dos peludos, mas em excesso leva à intoxicação e até mesmo afeta gravemente certos órgãos. 

Para que serve o cortisol?

O cortisol é um hormônio importante e que naturalmente participa da manutenção do organismo dos cães e gatos. Uma de suas propriedades é ser um anti-inflamatório, além de atuar no metabolismo e ser importante para tratar certas enfermidades e até mesmo para o funcionamento do sistema imunológico. 

Entre outras funções que o cortisol realiza está a regulação da pressão arterial e até mesmo equilibrar os sais minerais. Os peludos retiram do cortisol até mesmo energia para os músculos e suas atividades. Quando o hormônio está em boas condições no organismo ele se torna peça essencial da saúde do peludo. 

Sintomas de hiperadreno em cães

Existem diversos sinais e sintomas que identificam o hiperadrenocorticismo, como muita sede, aumento da vontade de fazer xixi, ganho de peso, problemas de pele e queda de pelos. Caso o tutor identifique algum desses sinais ou sintomas é importante levar sem demora o peludo ao veterinário. 

Embora o diagnóstico seja bem difícil e complexo, ainda assim é fundamental que seja precoce. Um diagnóstico precoce tem maiores chances de sucesso, é fundamental para a qualidade de vida do cãozinho e é uma excelente opção aos tutores que se perguntam se cachorro pode comer banana. 

Quais as causas do hiperadrenocorticismo?

cachorro pode comer banana

Existem duas causas principais para o hiperadrenocorticismo: tumores nas glândulas hipófises e adrenais, na maior parte das vezes malignos, e a administração excessiva de remédios glicocorticóides. Por isso, é fundamental nunca oferecer fármacos sem a devida receita e recomendação veterinária. 

Para cuidar do seu cãozinho, sempre conte com a orientação dos médicos veterinários e tratamentos criados na medida. A DrogaVET oferece manipulados, sempre com recomendação médica, de qualidade e criados sob medida para atender seu cãozinho. Seja para problemas como o hiperadrenocorticismo, como também em diversas outras enfermidades. 

Qual a melhor forma de cuidar hiperadrenocorticismo?

Cuidar do hiperadreno é uma enorme responsabilidade e exige diversos cuidados, onde o primeiro passo e mais essencial é levar o peludo ao veterinário. Lembre-se de revisar e anotar exatamente quais os sinais, sintomas e características suspeitas que o tutor já identificou no seu cãozinho. 

A administração de medicações como o lysodren, ketoconazole e vetoryl pode ser indicada em determinados casos.

Quando a condição é causada por um tumor próximo às glândulas, então a intervenção cirúrgica também pode ser indicada e aplicada. Uma dieta rica em potássio, como banana, é muito recomendada para seu cãozinho. 

O que fazer para evitar a doença?

Para evitar o hiperadrenocorticismo é essencial nunca administrar fármacos sem a devida recomendação veterinária. Além disso, visitas constantes e periódicas ao médico veterinário é uma excelente saída para diagnosticar rapidamente a doença e entrar com o devido tratamento. 

Caso os pais do peludo ou antepassados em geral já tenham apresentado a condição, os tutores devem ter uma atenção ainda maior. Neste caso é válido aumentar e intensificar as idas aos veterinários e oferecer mais atenção ao cãozinho. 

Aos tutores que se perguntam se cachorro pode comer banana, a resposta é positiva e ainda se torna uma recomendação como reforço no tratamento para cuidar do hiperadreno. Conte também com a DrogaVET para auxiliar no tratamento com manipulados personalizados para seu cãozinho. 

Leia também:

Related posts

Bungee dance traz diversos benefícios ao corpo

Gilson Rodrigues

Como identificar o período fértil?

Gilson Rodrigues

Ambulância tipo A: o que é e quais são os serviços oferecidos por ela?

Gilson Rodrigues