Miranda Brasil
Image default
viagens

Como fazer intercâmbio: tudo o que você precisa saber

Você sabe como fazer intercâmbio? Esse programa que permite a troca de experiências em outros países, é feito geralmente por estudantes. Sua finalidade é, além de tudo, aprimorar o seu nível no idioma oficial do local onde passará esse período.

Para isso, ele precisa experimentar vivências, estudando em escolas regulares ou em cursos específicos, ou se voluntariando no exterior. Mas é preciso saber tudo o que é necessário nesse processo, como o seguro viagem internacional.

Está pensando em ter essa experiência, mas ainda não sabe se é para você, além de ter dúvidas de como funciona? Então continue a leitura porque vamos te mostrar agora mesmo tudo sobre intercâmbio.

como fazer intercambio

Afinal, o que é um intercâmbio

Intercâmbio é passar por uma experiência fora do país que você vive, seja para fazer um curso, ou somente estudar o idioma local. Dessa forma, é possível ganhar mais conhecimento, assim como criar novas oportunidades.

Mas até pouco tempo, era considerado intercâmbio, a troca de países entre estudantes universitários. Ou seja, era preciso que um estudante americano viesse morar e estudar no mesmo local em que o brasileiro que faria o mesmo nos Estados Unidos.

Esse processo, portanto, tem a finalidade de desenvolver habilidades e conhecimento. Além disso, não fazem parte desse processo viagens a lazer ou a trabalho. Sendo assim, fazem parte dessa prática:

  • intercâmbios de pesquisa;
  • intercâmbios de voluntariado ou cursos de curta duração;
  • intercâmbios de idiomas;
  • intercâmbios acadêmicos.

Mas fique tranquilo porque vamos falar mais sobre eles por aqui. Agora vamos te mostrar logo abaixo, quem pode participar dessa troca de experiência.

Quem pode realizar um intercâmbio

A boa notícia é que qualquer pessoa pode realizar um intercâmbio. Isso mesmo! Esse processo não é apenas para os mais jovens. Independente da idade, ou se o indivíduo possui uma formação acadêmica ou não, é possível viver essa experiência.

Atualmente, existem diferentes tipos de intercâmbio, com finalidades distintas. Por isso, ele abrange diferentes pessoas, com faixa etária e objetivos diferentes. Para se ter uma ideia, pessoas acima de 60 anos estão topando participar.

Isso se deve ao fato de que, mesmo se fazer um curso de idiomas não for o seu propósito, existem outras opções. Como por exemplo, um curso direcionado a área que você trabalha.

Mas se você não precisa melhorar o vocabulário profissional, basta fazer um intercâmbio voluntário. Dessa forma, você ajuda outras pessoas, enquanto conhece novos lugares e culturas.

E já que começamos a falar sobre as diferentes modalidades de intercâmbio, vamos apontar os principais tipos a seguir!

Principais modalidades de intercâmbio: como fazer

Mas qual será o melhor intercâmbio para fazer? Para ajudar a responder essa pergunta, nada melhor do que mostrar do que se trata cada um deles. Veja:

Intercâmbio para estudar

O curso de idiomas é um dos mais comuns para estudar. Geralmente ele é usado para aprender de forma prática o inglês. O período de duração desse tipo de intercâmbio pode variar e é bastante flexível. As aulas aqui são ministradas em escolas de idiomas.

Também conhecida como graduação Sanduíche, a graduação fora do Brasil geralmente tem duração de um ano. As matérias são relativas ao curso que o intercambista já faz na faculdade. Mas além de estudar, ele aproveita para praticar o idioma local.

Outro tipo de intercâmbio para estudar é a especialização fora do país. O período pode variar, e engloba estudos como mestrado, residência médica ou na área da saúde, doutorado, Fellowship, ou PhD.

Como fazer intercâmbio para trabalhar

Esse programa é destinado para quem deseja trabalhar em casa de família, ou cuidando de crianças, e vai ser remunerado por isso. Ele tem baixo custo, e sua duração na maioria das vezes é de um ano.

O trainee é um tipo de intercâmbio para aprendizes. Nele, o intercambista tem a chance de atuar em empresas internacionais de grande porte. Com duração de até um ano, além da experiência profissional, ele pode ser contratado pela organização.

O intercâmbio profissional se trata de uma modalidade onde é possível aprender termos presentes no vocabulário profissional. Geralmente servem para as áreas de Administração, Comércio Exterior, Vendas e Marketing.

Outras modalidades de intercâmbio

Existe ainda o intercâmbio voluntariado. Quem opta por esse tipo de programa, conta com moradia, transporte e alimentação, em troca de trabalhar para alguma instituição filantrópica ou ONG ‘s.

Ele vem se popularizando cada vez mais, já que o envolvimento nas práticas culturais do país escolhido é grande. Além disso, essa experiência conta muito para o currículo, principalmente nos dias de hoje, em que as empresas optam por profissionais que já prestam serviço voluntário de alguma forma.

Documentação necessária para intercâmbio

Se você deseja fazer um intercâmbio, precisa saber todos os documentos exigidos para participar desse tipo de experiência. Por isso, agora que você já conhece os tipos de programas, está na hora de saber qual a documentação exigida.

Para isso, preparamos uma lista com todos eles. Veja:

  • Passaporte válido: com validade de até 6 meses a partir da data de retorno para o Brasil. Esse documento não é necessário apenas para países do Mercosul;
  • Visto: verifique o período que vai permanecer no outro país, já que esse documento pode variar de acordo com esse detalhe. Por isso, cheque tudo no site da embaixada;
  • Carta de aceitação: feita pelo local onde fará o intercâmbio e em papel timbrado;
  • Seguro de viagem internacional: que cubra a sua estadia no país, como saúde;
  • Vacinas: o cartão de vacinação deve estar em dia, principalmente contra febre amarela e Covid-19;
  • Passagem de ida de volta: será necessário mostrar a cópia do documento para mostrar que você ficará no país apenas temporariamente;
  • Cartão de crédito ou débito internacional: o extrato bancário deve ser apresentado, mostrando as condições financeiras para permanecer no intercâmbio.

Conclusão

Esperamos que, com este artigo, você tenha conseguido tirar todas as suas dúvidas sobre como fazer intercâmbio e quais as modalidades oferecidas por esse sistema.

Deu para perceber que esses programas contam com planejamento, processos e organizações distintas. Mas ainda que existam tipos diferentes de intercâmbios, algumas questões quanto ao seu objetivo se assemelham.

Isso se deve ao fato de que conhecer novas culturas, entender e enxergar o mundo de uma maneira diferente, além de aprender a se relacionar com outras pessoas, são aspectos presentes em todos eles.

Leia também:

Related posts

Planejamento Financeiro Para Viagens: 9 Dicas Essenciais

MirandaBrasil

OS MELHORES PASSEIOS PARA CONHECER A VIDA NOTURNA DA PRAIA DE PIPA

MirandaBrasil

Agência de turismo: 5 coisas para saber antes de contratar

MirandaBrasil

Deixe um Comentário