Miranda Brasil
Image default
saúde

O que é candidíase oral? Conheça mais sobre aqui!

A candidíase oral é uma infecção fúngica comum que afeta a boca e a garganta.

Também conhecida como sapinho na boca, essa condição ocorre devido ao crescimento excessivo do fungo Candida albicans, normalmente presente na boca em pequenas quantidades.

Neste artigo, abordaremos detalhadamente o que é a candidíase oral, suas causas, sintomas característicos e as melhores opções de tratamento disponíveis.

 

O que é Candidíase Oral?

A candidíase oral é uma infecção causada pelo fungo Candida albicans.

Essa levedura está presente naturalmente na boca, mas, em determinadas circunstâncias, pode se proliferar e levar ao desenvolvimento da infecção.

A candidíase oral é mais comum em bebês, idosos e pessoas com sistemas imunológicos enfraquecidos.

 

Causas da Candidíase Oral

Várias condições podem desencadear o crescimento excessivo de Candida albicans na boca. As principais causas da candidíase oral incluem:

  1. Uso de antibióticos: O uso prolongado de antibióticos pode alterar o equilíbrio normal da flora bacteriana na boca, permitindo que o fungo Candida se multiplique.
  2. Imunidade enfraquecida: Pessoas com sistemas imunológicos comprometidos, como aquelas que têm HIV/AIDS, estão passando por tratamentos de câncer ou que fazem uso de medicamentos imunossupressores, têm maior probabilidade de desenvolver candidíase oral.
  3. Próteses dentárias mal ajustadas: Próteses dentárias que não se encaixam corretamente podem causar irritação na boca, facilitando o crescimento excessivo de Candida.
  4. Má higiene bucal: A falta de higiene adequada, incluindo escovação e uso de fio dental regular, pode contribuir para o crescimento de Candida albicans.

 

Quais são os sintomas da Candidíase Oral?

Os sintomas da candidíase oral podem variar, mas os mais comuns incluem:

  1. Manchas brancas ou amareladas na língua, céu da boca, gengivas e bochechas.
  2. Dor e sensibilidade na boca e garganta.
  3. Dificuldade para engolir ou sensação de que a comida está ficando presa na garganta.
  4. Mau hálito persistente.
  5. Alterações no paladar, como sabor metálico ou insípido.
  6. Sangramento leve quando as manchas brancas são raspadas ou escovadas.

É importante consultar um profissional de saúde se você apresentar esses sintomas, para que um diagnóstico preciso seja feito e o tratamento adequado seja prescrito.

 

Tratamento da Candidíase Oral

O tratamento da candidíase oral geralmente envolve a utilização de antifúngicos para combater o crescimento excessivo de Candida albicans. As opções de tratamento podem incluir:

  1. Antifúngicos tópicos: São medicamentos antifúngicos que são aplicados diretamente na boca, como soluções antissépticas, pastilhas ou enxaguatórios bucais.
  2. Antifúngicos sistêmicos: Quando a infecção é mais grave ou não responde aos tratamentos tópicos, pode ser necessário o uso de antifúngicos em forma de comprimidos ou soluções para uso oral.

Além do tratamento medicamentoso, algumas medidas podem auxiliar no alívio dos sintomas e prevenção da candidíase oral:

  1. Manter uma boa higiene bucal: Escovar os dentes regularmente, usar fio dental e fazer bochechos com enxaguante bucal antifúngico podem ajudar a prevenir a candidíase oral.
  2. Evitar fatores desencadeantes: Se possível, evite o uso prolongado de antibióticos, mantenha a imunidade fortalecida e certifique-se de que as próteses dentárias estejam ajustadas corretamente.
  3. Ter uma dieta saudável: Consumir uma dieta equilibrada e nutritiva pode fortalecer o sistema imunológico, auxiliando na prevenção de infecções fúngicas.
  4. Evitar o uso de tabaco e álcool: O uso de tabaco e o consumo excessivo de álcool podem enfraquecer o sistema imunológico e favorecer o crescimento de Candida albicans.

A candidíase oral é uma infecção fúngica comum que afeta a boca e a garganta. É causada pelo crescimento excessivo do fungo Candida albicans e pode resultar em manchas brancas ou amareladas, dor, dificuldade para engolir e mau hálito persistente.

O tratamento envolve o uso de antifúngicos tópicos ou sistêmicos, juntamente com medidas preventivas, como uma boa higiene bucal e estilo de vida saudável. Consultar um profissional de saúde é fundamental para o diagnóstico preciso e o tratamento adequado da candidíase oral.

Leia também:

Related posts

Vale a pena tomar suplementos?

Gilson Rodrigues

Visitas ou vídeo chamadas? Como serão as consultas pós-pandemia

Gilson Rodrigues

Baixa autoestima: como ela pode abalar sua confiança? Saiba como ser mais confiante.

Jorge Torrez