Miranda Brasil
Image default
negócios

Sinais silenciosos do assédio moral no trabalho

O assédio moral no trabalho pode ser representado por diversas situações, como, por exemplo, constantes piadas sexistas, ameaças, exigências de tarefas praticamente impossíveis, críticas acompanhadas de grosserias, uso de palavras de baixo escalão, entre outros fatos que possam fazer o colaborador se sentir constrangido, ameaçado ou exposto. 

Porém, muitas vezes, essas situações acontecem de forma silenciosa. Quem as pratica adota uma postura de forma que a vítima não perceba que ela sofre um tipo de perseguição.

Com isso, o próprio colaborador pode se sentir até mesmo culpado. Portanto, é importante ficar atento aos sinais que indicam o assédio moral. 

Comportamentos abusivos

O assédio moral no trabalho tem como característica comportamentos abusivos, que são constantes, repetitivos. O objetivo do assediador é fazer com que a vítima ou um grupo de colaboradores se sintam desestabilizados emocionalmente, como consequência de palavras que ofendem o intelecto ou o físico do indivíduo.

Conhecer alguns exemplos de assédio moral em uma ambiente de trabalho, pode te ajudar a identificar e a combater esse tipo de conduta. Essa situação se caracteriza pelo ato de importunar alguém de forma abusiva:

  • Acusar indevidamente o trabalhador;
  • Obrigar o colaborador a pedir demissão;
  • Impor metas abusivas;
  • Agressões verbais;
  • Humilhações (pública ou privada);
  • Determinar jornada de trabalho excessiva;
  • Passar informações erradas para prejudicar;
  • Retirar os aparelhos de trabalho (computador, mesa, etc.).
  • Isolar o indivíduo dos demais membros da equipe;
  • Fazer ameaças para conseguir algo de objetivo pessoal;
  • Atribuir apelidos ofensivos.

De acordo com o Tribunal Superior do Trabalho (TST), a justiça recebe mensalmente cerca de seis mil ações relacionadas com o assédio moral. Esse cálculo considera processos iniciados de 2022 adiante. 

Impacto na saúde mental e emocional

assédio moral no trabalho

O assédio moral no trabalho causa impacto tanto na saúde mental como emocional de um funcionário. Este é um tipo de violência que se configura através de uma conduta abusiva, que expõe trabalhadores a condições humilhantes e constrangedoras, que interferem na sua dignidade. 

Vale ressaltar que o assédio moral não parte apenas de superiores, é uma violência que pode ser cometida entre colaboradores do mesmo nível. Não precisa ser necessariamente uma relação de chefia e subordinado. 

O assédio moral pode ser classificado como vertical (ascendente ou descendente), horizontal ou misto. O vertical-ascendente é praticado por um colaborador ou grupo de funcionários contra o seu superior, para alcançar algo, por exemplo, chantagens para ser promovido. 

O assédio horizontal é a conduta praticada entre funcionários de mesmo nível hierárquico. O misto é uma combinação deste último com o vertical-ascendente (ato praticado do superior contra subordinados). 

Consequências no desempenho profissional

A partir do momento que o colaborador passa por situações de assédio, seu desempenho profissional é afetado. Pode ser que a pessoa precise realizar várias tarefas e fique sobrecarregada, como também, pode ser que fique isolada de forma proposital, isso faz com que o funcionário se sinta incapaz. 

O colaborador não tem ânimo para buscar especialização profissional, e muitas das vezes, começa a se sentir incompetente no exercício da sua função, falta no trabalho, procura por atestados médicos. Além disso, o assédio moral gera um sentimento de medo, que desconcentra a pessoa em suas atividades. 

O que fazer se você estiver sofrendo assédio moral

Se você sofre assédio moral no seu ambiente de trabalho, o primeiro passo é documentar as ocorrências dos casos, se possível, anote a data, descrição do fato e quais foram as testemunhas presentes. Com tudo isso em mãos, procure o setor de Recursos Humanos para fazer uma denúncia.

Se você não se sentir confortável ou seguro em procurar diretamente a empresa, recorra a um advogado trabalhista, busque orientação legal e explore outras vias de denúncias, como, agências reguladoras ou órgãos de fiscalização do trabalho. 

Como pode ser provado o assédio moral? A prova pode partir de mensagens eletrônicas, testemunhas, áudios, vídeos. A vítima de assédio deve buscar apoio com colegas, principalmente aqueles que presenciaram o fato.

Prevenção do assédio moral no trabalho

A empresa deve fazer sua parte na prevenção de qualquer tipo de assédio. Para isso, ela pode adotar políticas que dirijam a conduta dos seus funcionários, e aplicar advertências se necessário. É preciso ter atenção na liderança, em como ela age com os demais colaboradores.

Além disso, todos os funcionários devem conhecer essa política e receber treinamentos para um bom convívio dentro da empresa. As pessoas precisam ter consciência que essa prática é um crime contra a dignidade e o bem-estar do outro. Algumas maneiras de uma empresa se prevenir desse tipo de situação, são:

  • Promover cultura de respeito;
  • Realizar treinamentos de sensibilização;
  • Manter canais de comunicação abertos;
  • Monitorar a rotatividade de funcionários;
  • Avaliar o desempenho da equipe de liderança;
  • Criar políticas internas contra o assédio moral;
  • Criar canal de denúncia.

É preciso cada um fazer sua parte. A vítima chega ao ponto de pedir demissão, com isso, é fundamental fazer denúncias para inibir esse tipo de comportamento. Cabe ao agressor assumir suas consequências e ser conscientizado dos fatos.

A importância de ter um canal de denúncia

As empresas devem ser ativas para combater e prevenir o assédio. Treinamentos, palestras, políticas contra esse tipo de crime e canais de denúncias são recursos que devem ser utilizados pelas organizações. Um funcionário tem o direito de abrir processos judiciais quando sofre esse tipo de constrangimento ou humilhação, isso é um prejuízo para a parte financeira e para a reputação de um negócio. 

Para fazer um canal de denúncia sua empresa pode procurar a Contato Seguro, que oferece solução para colaboradores denunciar irregularidades, fazer sugestões ou tirar dúvidas. O serviço funciona 24 horas por 7 dias da semana. 

Para saber mais sobre o assédio moral no trabalho e como prevenir tal situação, acompanhe o blog da Contato Seguro, que traz diversas informações sobre o mundo que envolve o ambiente de trabalho. 

Leia também:

Related posts

Passo a passo de como ser um bom advogado: ética, competência e aprendizado constante

Gilson Rodrigues

O que é AGTECH? Saiba quais são os impactos desse movimento!

Marlon

Qual a melhor forma de montar um negócio? Franquia ou do zero?

Gilson Rodrigues