Miranda Brasil
Image default
noticias

6 maneiras poderosas de ajudá-lo a lembrar o que você estudou

Seja para fazer um concurso público ou mesmo para fazer uma prova do ensino médio ou da faculdade, o ato de estudar acompanha o percurso do ser humano pertencente à sociedade moderna desde muito cedo.

As provas e demais avaliações são dadas para as crianças na época da escola quando elas ainda são muito pequenas e, por conta disso, é muito normal que os pequenos se sintam pressionados e até mesmo peguem uma certa aversão às provas, principalmente quando não são devidamente ensinados pelos seus educadores a como estudar da maneira correta.

Pensando em ajudar os adultos e as crianças nessa missão de aprender a estudar, no artigo de hoje, traremos uma listagem com 6 maneiras poderosas de ajudar as pessoas a se lembrarem do que estudaram.

Se o leitor tem dificuldade com essa questão e pensa que nunca estudou o suficiente para alguma prova ou algo do tipo, vem com a gente descobrir mais detalhes sobre essas 6 fabulosas e práticas dicas que podem ser aplicadas ainda hoje na sua rotina.

Leia também:

Revise em voz alta

Isso mesmo, depois de estudar sobre um conteúdo (assim que estiver finalizando uma página), é fundamental que a pessoa revise em voz alta tudo o que estiver aprendendo.

Com a revisão sendo feita em voz alta, a pessoa irá memorizar com muito mais facilidade aquele assunto, podendo até mesmo entender alguma questão que não foi entendida na hora da leitura.

É muito natural que, na hora que está lendo em pensamento, a pessoa não preste tanta atenção no conteúdo. Mas com a leitura e revisão em voz alta, o cenário é outro, e a pessoa aprende com muito mais facilidade. 

Ensine a outra pessoa

Nada como aprender sobre um assunto do que ensinando ele para uma outra pessoa. A dica aqui é simples, ensine uma pessoa que saiba muito menos do assunto do que você (assim você pode se ajudar e, principalmente, ajudar essa pessoa a aprender). 

Tem um ditado que diz que é ensinando que se aprende, e isso é muito real! A pessoa que está aprendendo irá complementar o aprendizado com as suas próprias questões e até mesmo com a sua própria maneira de ver o mundo. Ensinar uma outra pessoa sobre qualquer assunto, é um poderoso processo de dar conhecimento e também de aprender um pouco mais. 

Use mapas mentais

O mapa mental é uma poderosa técnica para facilitar o estudo que foi criada por Tony Buzan já no fim da década de 1960. 

Essa técnica consiste na criação de resumos cheios de simbologias, setas, cores e frases de efeito, que tem como principal objetivo organizar todo o conteúdo e também facilitar para que a pessoa consiga associar muito facilmente todas as informações que forem destacadas. 

Ele é elaborado como um diagrama, partindo do centro de uma página que esteja em branco (que é onde ficará o tema central que deve ser estudado).

Faça questionários

Isso mesmo, veja quais são as questões mais relevantes relacionadas ao estudo e faça as perguntas para poder responder depois de um tempo. Normalmente, a grande maioria dos livros de apoio para estudo já vem com uma folha de questionários pronta (muitas vezes ela fica no fim da página).

Responder os questionários, muito além de ajudar a lembrar o que foi lido, ajuda a pessoa a verdadeiramente entender o conteúdo, dado que ela está escrevendo com suas próprias palavras sobre aquela temática. 

Leitura no papel

Com o avanço da era digital, ler algum conteúdo de estudo no papel pode ser uma tarefa muito difícil de ser feita. Mas a verdade é uma só, ler sobre algum tema no papel é muito mais efetivo para o estudo do que ler sobre o mesmo tema na tela de um computador, tablet ou celular.

Não há como negar que os aparelhos eletrônicos facilitam, e muito, na hora das pessoas estudarem. Mas, sempre que possível, a pessoa deve preferir ler sobre uma temática de estudo no papel, para que o conteúdo realmente fique fixado e seja melhor entendido pela sua mente.

Sono e exercício

Ter uma boa noite de sono e contar com uma eficiente e constante rotina de exercícios é essencial para a saúde mental de todos os estudantes que estão na fase de provas escolares, vestibulares ou mesmo de concursos.

É claro que muitas pessoas dispõe de muito pouco tempo para estudar por diversos motivos e, por isso, acabam priorizando os estudos ao invés de dormir mais ou mesmo de fazer uma atividade física.

Mas a verdade é que uma boa noite de sono (em média de 8 horas) e a prática de atividades físicas (pelo menos 3x na semana) ajudam as pessoas a entenderem melhor sobre uma matéria de estudo, sendo uma verdadeira arma de entendimento e fixação para o cérebro.

Leia também:

Related posts

Como aprender a gostar de matemática

MirandaBrasil

Quais São as Soft Skills Essenciais Para Engenheiros?

MirandaBrasil

Você sabe que é insalubridade?

MirandaBrasil

Deixe um Comentário