Miranda Brasil
Image default
noticias

Quais são os principais tipos de porta paletes?

Você está precisando aumentar a produtividade no seu setor logístico? Então, usar a paletização é uma ótima opção e, para isso, você precisa conhecer os tipos de porta paletes.

A facilidade no quesito organização dos produtos e no que diz respeito ao controle de estoque são inquestionáveis com o emprego de porta paletes.

Se você ficou interessado(a) neste assunto, continue a leitura deste artigo e fique por dentro de tudo sobre os tipos de porta paletes!

Quais são os principais tipos de porta paletes?

Existem inúmeros tipos de porta paletes, os quais podem atender diferentes tipos de necessidades. Veja alguns exemplos:

Porta-paletes convencional:

O porta paletes convencional é o mais famoso e o mais utilizado pela maioria das empresas, principalmente para aquelas que requerem uma livre movimentação de produtos dentro dos armazéns.

As cargas são colocadas de modo vertical, sem colocar os produtos em risco no que se refere ao esmagamento, afinal de contas, não é realizado o empilhamento de uma carga em cima da outra.

Essa forma de paletização permite que o armazenamento chegue a grandes alturas sem maiores problemas quando usado de forma correta, pois a estrutura metálica é leve e resistente.

Porta-paletes deslizantes:

Dentre os tipos de porta paletes encontra-se o porta paletes deslizantes, o que oferece uma tecnologia de qualidade para qualquer tipo de estocagem.

Esse tipo de estante de paletização é móvel e motorizada, sendo que suas bases se movem, uma por uma, lateralmente sobre trilhos fixados ao solo por meio de rodas.

É válido ressaltar que entre os tipos de porta paletes, o deslizante é um dos mais seguros e por ser de movimento possui botão de emergência em cada móvel da estante, sistema de liberação manual e diversos sensores a distância para evitar qualquer transtorno.

Porta-paletes para transelevadores:

Um dos tipos de porta paletes mais utilizado por empresas que desejam fazer uma organização deixando corredores ainda menores são os porta-paletes para transelevadores.

Bem como o convencional, essa forma de paletização também usa estruturas em modo vertical.

Uma das grandes vantagens desse tipo é a possibilidade de optar pela automação do sistema FIFO, em que o primeiro produto a entrar no estoque deve ser o primeiro a sair, evitando, dessa maneira, a perda de mercadoria.

Porta-paletes autoportante:

Outros tipos de porta paletes também existem, como, por exemplo, um tipo de estrutura de paletização para empresas que não possuem um pavilhão ou um local amplo de armazenamento.

O porta paletes autoportante vai precisar somente de suporte para fechamento lateral e cobertura, o que facilita a distribuição de cargas no piso.

Além disso, esse tipo de porta paletes é o que exige menor investimento.

Mini porta paletes

Já para aquelas empresas que precisam de fazer estocagem de cargas menores, o mini porta paletes é uma ótima opção.

Ele te ajuda na organização e não ocupa tanto espaço.

Conclusão

Agora que você está por dentro de tudo sobre alguns tipos de porta paletes, está na hora de escolher aquele que melhor atende às suas necessidades.

Para isso, atente-se aos pontos supracitados, analisando questões como espaço do local, tipo de carga e a rapidez no quesito carregamento e descarregamento de mercadorias exigidos pelo seu negócio.

Leia também:

Related posts

O que são dados pessoais e qual a importância

Sarah

Qual o prédio do google?

MirandaBrasil

Como eliminar as pulgas do ambiente?

MirandaBrasil

Deixe um Comentário