Miranda Brasil
Image default
saúde

Como entender o contrato do seu plano odontológico

Como entender o contrato do seu plano odontológico

Cuidar da saúde e bem-estar é algo importante e isso pode ser feito, por exemplo, com a contratação de um plano odontológico. Esse é um benefício pouco conhecido, mas que nos últimos tempos tem chamado atenção das empresas.

O plano odontológico pode ser uma ótima ferramenta de atração e retenção de colaboradores. Por isso é importante que ambas as partes, tanto empresa e funcionários entendam como funciona esse benefício.

Como funciona a estrutura de contato de um plano odontológico?

Empresas e colaboradores precisam entender como funciona um plano dentário, pois há diversas modalidades e esse é um detalhe que pode fazer a diferença na hora da contratação. 

Isso seja para uma pessoa que busca um plano que não é vinculado a empresa ou a companhia que deseja oferecer esse benefício ao seu funcionário.

Um jeito de conseguir fazer uma boa escolha é entendendo o contrato. Ao olhar esse documento a primeiro momento, é possível perceber se a apólice é familiar ou individual.

Outra informação importante no contrato é a abrangência do plano, que mostra a área de cobertura e outros dados que possibilitam e viabilizam que as pessoas aproveitem o convênio da melhor forma possível.

As informações de procedimentos garantidos e coberturas são outro elemento importante a ser analisado. 

Conforme o plano de saúde dentário escolhido, pode ter variações, assim como a exclusão de coberturas. Outros dados importantes que estão em contratos de planos odontológicos são:

  • Carência (que pode variar conforme o plano);
  • Vigência contratada;
  • Mecanismos de regulação;
  • Rescisão;
  • Reajuste.

Essas são informações que devem ser analisadas com calma antes de escolher um plano e assinar o contrato.

Ao ter acesso e entender as informações, o processo de escolher um plano se torna mais fácil, porque você pode escolher algo que atenda às suas necessidades.

A relevância de ter um plano odontológico

Antes de investir na contratação de um convênio de dentista é importante saber a relevância deste serviço. Todos têm direito ao acesso ao SUS (Sistema Único de Saúde), mas devido à grande demanda, o atendimento costuma demorar.

Os serviços odontológicos costumam ter um alto custo e esse fator faz com que muitas pessoas deixem de cuidar da saúde bucal. 

É neste cenário que o plano odontológico pode ser uma ótima solução, pois oferece benefícios para você, sua família e também para o seu bolso.

Vantagens de contratar um plano odontológico

Muitas pessoas pensam que uma boca saudável se resume em dentes brancos e lindos, mas a saúde bucal vai além disso.

Diversas doenças se iniciam na boca e se não tem o tratamento adequado, podem se agravar. Sendo assim, garantir os cuidados essenciais de saúde bucal é uma maneira de evitar problemas graves.

Ao investir na contratação de um plano odontológico familiar, as visitas ao dentista se tornam mais frequentes e assim, é possível cuidar da sua saúde bucal com segurança, já que terá a noção dos valores dos procedimentos antes mesmo de serem feitos.

Uma vantagem interessante do plano é ter acesso a diferentes consultórios conveniados e profissionais. Isso permite escolher o que mais lhe agrada e atende suas necessidades.

Como funciona um plano odontológico?

O convênio odontológico permite que as pessoas possam usufruir de atendimento de serviços odontológicos, mediante a um pagamento mensal. 

Esse benefício não é tão comum quanto um plano médico, mas nos últimos anos as pessoas começaram a se atentar a importância dos cuidados com a saúde bucal.

Há diferentes tipos de planos: coparticipação, integral, variação por idade e dependentes. Deste modo, entender como funciona o plano odontológico da empresa e o que pode ser contratado individualmente são formas de entender melhor como funciona e escolher um que atenda suas necessidades.

Dessa maneira, um bom plano odontológico funciona basicamente da seguinte forma:

Rede credenciada

Acessar o site ou aplicativo do convênio permite verificar a relação de profissionais, localização do consultório e assim ter acesso a toda rede credenciada. As centrais de atendimento também oferecem esse suporte.

Carência para consultas

A carência é o tempo que você deve esperar para conseguir usar o plano após contratado. Geralmente, esse período é de 24 horas para consultas e emergências, mas pode variar.

Sendo assim, é importante estar atento à apólice e verificar quanto tempo é necessário esperar para agendar consultas e procedimentos.

Dia de consultas

É essencial ter sempre em mãos a carteirinha do convênio e o RG. Após a consulta, o único gasto que terá é o da mensalidade do plano. 

Só haverá cobrança de serviços que o convênio não cobre, mas caso isso ocorra, o dentista pode avisar antes de iniciar o trabalho.

Dessa maneira, com diversos benefícios para a saúde bucal, um plano odontológico é um excelente investimento, seja contratado individualmente ou com um benefício empresarial, é uma maneira de se cuidar e ter mais qualidade de vida.

Para mais conteúdos relacionados à Marketing Digital, Cultura, Negócios, Saúde, acesse nosso portal.

Leia também:

Related posts

Bulimia pode afetar a saúde bucal?

Gilson Rodrigues

Saúde mental na terceira idade: estratégias para manter a mente afiada

Jorge Torrez

Ambulância no seu evento? Saiba mais

Gilson Rodrigues