Miranda Brasil
Image default
noticias

Como tratar sarna canina? Saiba a melhor forma de cuidar do seu bichinho

A sarna canina é uma condição que alarma muitos donos de pet e prejudica a saúde dos bichinhos, se não tratada. Muitas pessoas podem pensar que a sarna pode acometer somente os cachorros que vivem nas ruas mas, a verdade, é que até mesmo os animais que vivem dentro de casa com seus donos podem contrair a sarna. 

Felizmente, a sarna canina possui sintomas visíveis, ajudando os donos a identificarem a condição, confirmarem através da consulta veterinária e tratá-la. Portanto, saiba mais a seguir sobre a sarna canina, seus tipos e sintomas. 

O que é a sarna canina?

sarna canina

Mas afinal, você sabe o que é a sarna canina? Ela é uma doença de pele causada por ácaros, mais especificamente pelas espécies chamadas Demodex, Otodectes, Sarcoptese e Cheyletiella. Esses ácaros surgem, na maioria dos casos, se há pouca ou nenhuma higiene do cachorro, o que nos leva aos casos dos bichinhos abandonados nas ruas e, por não serem cuidados, contraem a sarna.

No entanto, a sarna canina é uma doença que causa infecção e, além disso, pode ser contagiosa dependendo do seu tipo. O que explica o caso dos bichinhos que, mesmo dentro de casa, contraem a doença.  

Quais os sintomas?

Os sintomas da sarna canina são bastante aparentes e se dão, sobretudo, pela coceira intensa do bichinho. Outro sintoma que indica uma possível sarna é a ausência de pêlos, que com a infecção vão caindo e deixam a pele do cachorro muito aparente, o que nos leva a outros sintomas: as bolhas que a sarna cria ali e também a vermelhidão devido ao excesso de coceira.

Contudo, nem sempre esses sintomas indicam necessariamente sarna canina e podem ser outras doenças de pele. Por isso, o indicado é consultar um veterinário para um exame e, se for mesmo o caso de sarna, você pode iniciar o tratamento e saber os medicamentos necessários acessando o site da Drogavet.

Tipos de sarna

Como dito anteriormente, a sarna canina tem diferentes tipos na qual, dentre os principais, podemos citar a Demodex, Otodectes, Sarcoptese e Cheyletiella. Para tornar o assunto claro, separamos cada um deles para você – confira:

Demodex

A sarna demodécica causa a perda de pêlos no bichano e também secreções. Além disso, ela não pode ser transmitida para humanos. 

Otodectes

Esse tipo de sarna se diferencia por encontrar-se nos ouvidos do cãozinho e faz com que ele coce as orelhas excessivamente. A sarna otodécica também não pode ser transmitida para humanos.

Sarcoptese

A sarna sarcóptica é causada pela picada dos ácaros adultos que surgem graças aos ovos depositados pela fêmea na pele. Além de poder ser transmitida para os humanos, esse tipo de sarna também causa todos os sintomas mencionados anteriormente e, ainda, outros sintomas, como a perda de peso.

Cheyletiella

O tipo Cheyletiella também causa a perda de pêlos no cão mas se controlada não resulta em consequências sérias no animal. Por outro lado, se a infestação de ácaros desse tipo crescer, o sistema imunológico do bichinho pode ser afetado.

Como saber se o cachorro tem sarna?

Como dito anteriormente, a sarna nos cachorros pode apresentar sintomas bem aparentes. Entretanto, pode acontecer de um dono de pet confundir os sintomas e na verdade não existir a sarna ali. Por isso, para ter certeza se seu cachorro tem sarna, marque uma consulta com um médico veterinário para ter um diagnóstico preciso e iniciar o tratamento de forma correta. 

Como tratar sarna canina?

Após uma consulta com um veterinário, o tratamento para sarna no seu cachorro pode variar dependendo do tipo de sarna. Nesse sentido, o tratamento pode envolver banhos no bichinho com shampoos específicos para isso, ou então o uso de produtos como sprays, pomadas ou cremes para serem passados na pele do pet. 

Além dessas soluções, alguns casos necessitam da utilização de remédios orais ou de injeção, que devem ser indicados pelo veterinário após a avaliação que você pode encontrar na Drogavet. Em caso de sarna canina, é importante também isolar o bichinho para que a doença não seja transmitida a outros animais e sempre higienizar o ambiente.

Como evitar sarna canina?

Para evitar a sarna no seu pet, damos algumas dicas importantes aqui. Lembrando que essas recomendações não impedem que seu cachorro tenha sarna, são apenas um tipo de prevenção. Para evitar a sarna:

  • Dê atenção à vacinação de seu cachorro;
  • Dê banho no seu pet, pelo menos uma vez ao mês;
  • Garanta a higiene dos espaços onde o pet fica e objetos também, seja em caminhas, brinquedos ou roupas;
  • Monitorar o contato do bichinho com a rua e outros cachorros;
  • Fazer consultas de rotina com um veterinário;
  • Higienizar as mãos depois de ter contato com o pet.

Por fim, é possível tratar a condição com os produtos específicos da DrogaVet, voltados de forma personalizada para o seu cachorrinho. Com isso, é possível um tratamento confortável e que deixe o seu pet feliz e livre de sarnas!

Agora que você sabe quais são as manifestações e sintomas mais comuns da sarna canina, redobre o cuidado e atenção com seu bichinho para garantir uma saúde de qualidade pro seu companheiro de quatro patas, e não esqueça de conferir o site da Drogavet para garantir o tratamento de excelência para seu bichinho.

Conclusão

Em conclusão, a sarna canina é uma condição de pele causada por ácaros que pode afetar até mesmo cães que vivem dentro de casa.

Os sintomas incluem coceira intensa, perda de pelos, bolhas e vermelhidão. Existem diferentes tipos de sarna canina, cada um com características específicas, mas todos exigem atenção veterinária para diagnóstico e tratamento adequados.

Prevenir a sarna canina envolve cuidados com a higiene do animal, vacinação, monitoramento do contato com outros cães e consultas regulares ao veterinário.

O tratamento varia de acordo com o tipo de sarna e pode incluir banhos com produtos específicos, medicamentos orais ou injetáveis, além de medidas de isolamento e higienização do ambiente.

É essencial que os donos de animais de estimação estejam atentos aos sinais da sarna canina e busquem orientação profissional para garantir o bem-estar de seus companheiros de quatro patas.

Além disso, produtos especializados podem ser encontrados em locais como a Drogavet para ajudar no tratamento e prevenção dessa condição, proporcionando uma vida saudável e livre de sarna para os animais de estimação.

Related posts

Pretty Little Liars: Um Novo Pecado tem a 2ª temporada confirmada

Gilson Rodrigues

Tabacaria em BH: 7 melhores points para tabaco e acessórios

Gilson Rodrigues

Visto americano: como tirar e documentos necessários

Gilson Rodrigues